Telefone para Contato
85 9890-87193

Parcelamento do Imposto de Renda Pessoa Física

Parcelamento do Imposto de Renda Pessoa Física

O envio (transmissão) da declaração do Imposto de Renda encerrou em Abril, mas o trabalho do Contador só encerra em Dezembro.

É necessário acompanhar os extratos dos clientes emitidos pela Receita Federal, pois eles podem sinalizar inconsistências nas informações fornecidas pelos Clientes e, assim, o Contador Atento consegue evitar multas e realizar correções antes de que o seu cliente receba qualquer tipo de notificação. Aos clientes que possuem restituição, o acompanhamento também se faz necessário, principalmente para verificar os lotes de recebimento e os valores da correção do dinheiro.

Há também os contribuintes que parcelaram o imposto e estes precisam de atenção especial na emissão de seus DARFs, pois a Receita Federal atualiza os valores de acordo com a tabela abaixo:

Quota Vencimento Taxa de juros aplicável para pagamento no prazo

1ª ou quota única

29/04/2016

31/05/2016

1%

30/06/2016

Taxa Selic de maio + 1%

29/07/2016

Taxa Selic acumulada + 1%

31/08/2016

Taxa Selic acumulada + 1%

30/09/2016

Taxa Selic acumulada + 1%

31/10/2016

Taxa Selic acumulada + 1%

30/11/2016

Taxa Selic acumulada + 1%

O prazo para os pagamentos alimentarem os sistemas da Receita Federal é de 10 dias e irão junto com o extrato de processo que serão enviados pela Fonte Contábil. Ressaltamos que nossos clientes recebem os documentos de arrecadação mensalmente com os devidos cálculos. Faz parte de nossa conduta enviar aos nossos clientes as memórias de cálculo, conferindo segurança e confiabilidade ao nosso trabalho.

Também é muito importante informar que a Receita Federal permite alterar a quantidade de quotas escolhida no início do parcelamento e, para os que gostam de maior comodidade, também é permitido a inclusão no débito automático. Ao realizar essa opção, a Fonte Contábil acompanhará os cálculos e informará ao cliente o valor devido, para que seja possível confrontar o valor descontado automaticamente e reclamar qualquer eventual erro do Órgão Federal.

Caso existam atrasos nos pagamentos, é possível realizar Parcelamento Simplificado junto ao órgão. Nesse caso, é importante não deixar acumular e nem demorar, pois assim evitará maiores multas (que são calculadas por dia de atraso).

Qualquer que seja a sua situação, a Fonte Contábil tem uma solução. Agende sua Visita!

Um comentário - Deixe um comentário
  • Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *